O mapa mundial da vacinação contra a covid

Por que o Brave é melhor que o Chrome?

O navegador Brave popularizou a remuneração em criptomoedas para os usuários. Mas há um porém: pode levar meses até acumular meros R$ 20

Uma das principais vantagens do Brave Browser é que ele paga a você pela visualização de anúncios e tempo de navegação no ecossistema próprio de publicidade.

Para fazer esse pagamento chegar até você, a engenhosidade vai longe: é utilizada a própria criptomoeda, chamada de Basic Attention Token, ou BAT, pensada para facilitar pagamentos de assinaturas e o consumo de conteúdos digitais.

O Brave Browser é nitidamente mais leve que o Chrome, e economiza dados porque limita anúncios e rastreadores. E acaba de lançar o Brave Talk, um serviço de vídeochamadas gratuito.

Migrar de um outro navegador para o Brave leva menos de um minuto. Ele consegue importar sem falhas todo o histórico e os favoritos do Chrome e de outros navegadores.

Brave Creators

Para quem em um site, um canal no Youtube ou perfil no Twitter, além de navegar ganhando BATs, o Brave tem o programa Creators Rewards.

O programa de recompensas funciona assim: quando alguém acessa seu site ou seus perfis verificados através do navegador Brave, vai perceber um ícone de “criador verificado” ao lado do endereço do site.

Clicando nele, vai aparecer um banner solicitando uma “gorjeta” em BATs, como esse aí embaixo:

Você também pode verificar seus perfis no Twitter e no YouTube para exibir o banner. Reprodução: Brave Creators Rewards

Como receber em BATs

Para receber os BATs ganhos com a visualização de anúncios e as gorjetas, é necessário baixar e se cadastrar na Uphold, a carteira digital aceita para os envios em BATs feitos pelo Brave Browser quanto pelo Brave Creators.

Esta é a parte mais chata, porque o Uphold requer a verificação da sua identidade por reconhecimento facial.

As transferências do saldo Brave para a carteira Uphold são mensais e automáticas, e você acompanha a evolução do saldo na tela inicial do próprio navegador.

Reprodução: Brave Browser

Como dar gorjetas em BATs

Uma vez que a sua conta do Brave Browser ou do Brave Creators esteja conectada à sua carteira Uphold, você vai poder usar os BATs para dar “gorjetas” como recompensa aos seus criadores preferidos, e até mesmo assinar conteúdos e sites de conteúdo pago que aceitem a criptomoeda.

Uphold ou trocando BATs por Reais

Aproveitar as recompensas em BAT do Brave tem lá seus poréns. Um deles é a necessidade de ter uma conta na Uphold. Claro que isto se deve a particularidades do projeto, até porque a rede Ethereum ainda é muito cara para transferir pequenos valores.

Reprodução: Uphold

Depois de fazer todas as conexões necessárias das contas Brave Browser e Brave Rewards, há ainda a necessidade de transformar BATs em Reais.

Você pode receber em Reais do Brave na conta Uphold por uma taxa de 1,15%.

Uma das formas de receber o pagamento por aqui é fornecendo para a Uphold o código IBAN da sua conta no Brasil.

Desta forma, é possível trocar BATs por Reais e efetuar um saque para a conta brasileira. A taxa sobre o saque da conta Uphold para a conta brasileira sai por 3,99 dólares.

“Meros R$ 20”

À primeira vista pode parecer pouco receber apenas R$ 20 por ‘ver anúncios’ ao longo de alguns meses, sendo que a taxa de saque, sozinha, consome meses de poupança em BATs.

Mas se considerarmos que o Brave ainda é um ecossistema de publicidade limitado ao uso do próprio navegador, fica mais fácil imaginar uma quantia referente aos anúncios do Google que vemos ‘de graça’.

O Chrome está caminhando para atingir 3 bilhões de usuários em 2022, enquanto o Brave acaba de ultrapassar a marca dos 36 milhões.