O mapa mundial da vacinação contra a covid

Trump ameaça fechar o Congresso, Bolsonaro ataca Rodrigo Maia

Livraria Indigital
Foto: M-SUR, Shutterstock

Em uma semana marcada pela demissão do ministro da saúde no Brasil em meio à pandemia do coronavírus, os líderes de extrema-direita das maiores democracias das américas voltaram a coordenar ataques à democracia.

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou na quarta-feira fechar o Congresso para que ele pudesse preencher vagas em seu governo sem confirmação do Senado, dizendo que estava frustrado porque os parlamentares não estavam em Washington para votar em seus candidatos a juízes federais e outros cargos no governo. A notícia é da agência Reuters.

Na entrevista coletiva a jornalistas, que ocorre diariamente na Casa Branca, ele acusou o Congresso de esvaziar as votações de propósito para sabotar o governo. “É uma farsa que eles fazem. É uma farsa e todo mundo sabe disso, e tem sido assim por um longo tempo”, disse Trump.

Não está claro, segundo a matéria, se os congressistas estão adiando as nomeações indicadas pelo presidente de propósito, ou devido ao distanciamento social imposto para conter a disseminação do coronavírus.

Donald Trump, também nesta semana, anunciou um corte do financiamento dos EUA à Organização Mundial de Saúde, desviando a responsabilidade do próprio governo nas ações tardias de contenção da pandemia.

No Brasil

No Brasil, tanto o Congresso Nacional quanto o Supremo Tribunal Federal tem deliberado decisões emergenciais remotamente, por meios eletrônicos de forma temporária. Mesmo assim, o presidente Jair Bolsonaro acusou o presidente do Congresso, Rodrigo Maia, de conspirar com o governador de São Paulo, João Dória, e com o Supremo Tribunal Federal, para derrubá-lo da Presidência da República.

Com base em um suposto dossiê, que não foi mostrado, afirmou que “parece que a intenção é me tirar do governo. Quero crer que esteja equivocado“, disse Bolsonaro ao comentar a aprovação pela Câmara de um projeto de socorro aos estados.

Se isso tudo for aprovado, e outras coisas virão pela forma como está se comportando, vão matar a galinha dos ovos de ouro, que é o Brasil“, afirmou. “O Brasil não merece o que o senhor Rodrigo Maia está fazendo com o Brasil. O Brasil não merece a atuação dele dentro da Câmara“, disse Jair Bolsonaro em entrevista à CNN Brasil.

Rodrigo Maia rebateu. Em entrevista ao mesmo canal, afirmou: “o presidente não vai ter de mim ataques. Ele pode atacar, ele joga pedra e o Parlamento vai jogar flores para o governo federal”.

Marcelo Camargo – 29.mai.2019/Agência Brasil Reprodução: Folha de S. Paulo

Assine a nossa newsletter grátis!